Windows 11: como usar a área de transferência para copiar e colar

A área de transferência do Windows, também conhecida como Clipboard em inglês, é um local de armazenamento das ações realizadas pelo usuário no sistema da Microsoft, incluindo capturas de tela e cópia de textos e imagens. Saber gerenciar essa ferramenta pode ajudar usuários na recuperação de alguns dados perdidos ao longo do dia.

Na interface da área de transferência do Windows 11, o usuário pode organizar o conteúdo para acesso rápido a itens frequentes. Além disso, é possível carregar os itens na nuvem e sincronizá-los em todos os dispositivos vinculados à mesma conta da Microsoft, até mesmo aqueles rodando o Windows 10.

Esses recursos são opcionais, então é necessário habilitar as configurações da ferramenta. No passo a passo abaixo, ensinamos como usar a área de transferência no Windows 11.

Habilitar o histórico da área de transferência

  • Abra as Configurações no menu iniciar ou usando o atalho Windows + I
  • Clique em Sistema
  • Clique na opção “Área de Transferência” no lado direito
  • Ative o histórico da área de transferência
  • Se preferir, ative também a sincronização entre dispositivos Windows

Na sincronização, o usuário seleciona uma das opções:

  • Sincronizar automaticamente o texto que eu copiar — o histórico da área de transferência será sincronizado em nuvem com dispositivos vinculados à mesma conta da Microsoft
  • Nunca sincronizar automaticamente o texto que copiar — será necessário selecionar o conteúdo para sincronizá-lo em nuvem com todos os dispositivos

Como ativar a sincronização da área de transferênciaFonte:  TecMundo/Reprodução 

Após concluir as etapas, os itens armazenados no histórico da área de transferência serão sincronizados em seus dispositivos de acordo com a preferência escolhida.

Também é possível habilitar o histórico da área de transferência através do painel de emojis, utilizando o atalho Windows + V. Ao abrir o painel, clique no botão “Ativar” para habilitar o histórico da ferramenta. Nessa interface, o usuário pode gerenciar, colar e fixar itens usados com frequência.

Atalho Windows + V leva usuário ao painel de emojisAtalho Windows + V leva usuário ao painel de emojisFonte:  Windows Central/Reprodução 

Itens frequentes e limpeza do histórico

No Windows 11, o recurso é semelhante à experiência padrão. Utilize os atalhos Ctrl + C para copiar e Ctrl + V para colar no histórico. Na guia “Área de Transferência” do painel de emojis (pelo atalho Windows + V), o usuário pode conferir a lista de itens copiados de outros aplicativos, como Microsoft Edge, Word, OneNote, Bloco de notas e outros.

Colar conteúdo na Área de Transferência

  • Selecione o texto ou imagem a ser copiado
  • Copie o conteúdo pelo atalho do teclado ou usando o botão direito do mouse
  • Abra a Área de Transferência (Windows + V)
  • Cole o conteúdo na íntegra ou como texto sem formatação — para essa opção, clique em “Ver mais” (três pontinhos) e clique na opção “Colar como texto”

Fixar ou excluir itens na Área de Transferência

  • Abra a Área de Transferência (Windows + V)
  • Selecione o conteúdo usado com frequência
  • Clique no botão “Fixar” no canto inferior direito do conteúdo
  • Selecione o conteúdo a ser excluído da área
  • Clique em “Ver mais” (três pontinhos) e clique na opção “Excluir” para remover o item do histórico

Fixar conteúdos é um modo ágil para não precisar copiar o item diversas vezesFixar conteúdos é um modo ágil para não precisar copiar o item diversas vezesFonte:  Windows Central/Reproduçaõ 

Limpar o histórico da Área de Transferência

A Área de Transferência pode ser limpa diretamente no painel dos emojis ao clicar no botão “Limpar Tudo”. O usuário também pode realizar a ação seguindo os seguindo os passos:

  • Abra as Configurações
  • Clique em Sistema
  • Clique na página da Área de Transferência no lado direito
  • Clique no botão “Limpar” na opção “Limpar dados da área de transferência”
  • A ação deverá excluir os textos e imagens da área, menos os itens fixados na ferramenta
  • Gerenciador de Arquivos clássico ganha versão para Windows 11

Desabilitar histórico e sincronização

Para desabilitar o histórico e sincronização da área de transferência, siga os mesmos passos da habilitação, voltando a chave para posição “desativado“. Depois de desabilitar a ferramenta, o usuário ainda poderá copiar e colar normalmente, mas não terá acesso ao histórico e o conteúdo não será sincronizado entre os dispositivos.

Leave a Comment