Uncharted: conheça locais míticos usados nos games da franquia

Nathan Drake é um personagem que explorou diversos lugares em busca de tesouros, muitos desses baseados em locais existentes no mundo real. Porém, a pergunta que tenha ficado na cabeça de muitos talvez seja “onde esses pontos se localizam e quais são as suas histórias”, e neste texto trazemos essas respostas.

Confira a seguir cinco localidades usadas em Uncharted e a história por trás de cada uma delas:

Uncharted 4: A Thief’s End – Libertalia

(Fonte: Sony/Divulgação)Fonte:  Sony 

Neste game, Nathan acaba saindo de sua aposentadoria para mais uma aventura, quando descobre que seu irmão mais velho, Sam, está vivo. Eles então partem em busca do tesouro de Henry Avery, um pirata inglês que ficou famoso por realizar um dos maiores roubos de todos os tempos.

No game, Henry e seus companheiros fundaram uma colônia em Madagascar chamada Libertalia. O local isolado era povoado por piratas e suas famílias para viverem em uma cidade autônoma e livre dos governos. Os fundadores então espalharam testes e pistas para atrair apenas os que fossem dignos de viver entre eles. Ao chegar no local, Nathan descobre que a cidade escondida possui muito mais segredos sobre sua fundação e destruição.

Na vida real, historiadores não encontraram evidências suficientes que comprovassem a existência de Libertalia. Ainda assim, a Naughty Dog conseguiu criar uma história repleta de reviravoltas envolvendo a lenda, dando vida a esse conto clássico das histórias de piratas.

Uncharted: The Lost Legacy – Império Hoyasala

(Fonte: Sony/Divulgação)(Fonte: Sony/Divulgação)Fonte:  Sony 

Aqui, a protagonista Chloe Frazer se une à mercenária Nadine Ross para achar a presa de Ganesh, filho do deus hindu Shiva. Este artefato coberto de pedras preciosas está escondido na região indiana dos Gates Ocidentais, cordilheira que possui uma das florestas mais diversificadas do mundo, mesmo ocupando apenas 6% do país.

Bastante inspirado em locais existentes na Índia, The Lost Legacy conta mais detalhes do império Hoyasala, que governou boa parte do país entre os séculos X e XIV e mostrando ainda suas capitais Belur e Halebdu. Inclusive, ambas podem ser visitadas por turistas na vida real.

Uncharted 3: Drake’s Deception – Irã dos Pilares

(Fonte: Sony/Divulgação)(Fonte: Sony/Divulgação)Fonte:  Sony 

Conhecida como “Atlântida das Areias” e “Ubar”, Irã dos Pilares é uma das cidades míticas visitada por Nathan durante suas aventuras no terceiro jogo da saga principal. Descrita no Alcorão, Iram teria sido destruída por Alá sendo soterrada pela areia, porque seu povo se recusou a seguir as palavras de Deus. No começo dos anos 90, cientistas liderados pelo americano Nicholas Clapp anunciaram a descoberta de Irã dos Pilares e usaram imagens de satélite para identificar os pontos de conversão de antigas rotas de camelos que levavam à cisterna de Shisr, no deserto da Arábia.

Já no game, Nate e Sully descobrem que Sir Francis Drake esteve em Irã dos Pilares, no deserto de Rub’ Al Khali. O jogo retrata a cidade repleta de construções imponentes cobertas de ouro, esbanjando toda a riqueza das lendas. Porém, durante a jornada o jogador descobre uma nova versão para o desaparecimento da metrópole.

Uncharted 2: Among Thieves – Shambhala

(Fonte: Sony/Divulgação)(Fonte: Sony/Divulgação)Fonte:  Sony 

Segundo o budismo, Shambhala é um reino mítico oculto nas cordilheiras do Himalaia. Dizem também que é o lar de um clã de mestres que possuem a sabedoria antiga dos segredos do universo. Segundo a lenda hindu, Kalki, a última encarnação do deus Vishnu, nascerá lá um dia, liderando os exércitos do bem para derrotar as forças das trevas para sempre.

No segundo jogo da série Uncharted, o protagonista descobre que a cidade foi desvendada por ninguém menos que o explorador Marco Polo e que uma poderosa substância (que pode inclusive acabar com a humanidade) é produzida por lá. Cabe ao herói evitar que o senhor da guerra Zoran Lazarevic coloque suas mãos em tamanho poder.

Uncharted: Drake’s Fortune – El Dorado

(Fonte: Sony/Divulgação)(Fonte: Sony/Divulgação)Fonte:  Sony 

A estreia de Nathan Drake nos games trouxe uma lenda bastante conhecida nas Américas e que atraiu muitos visitantes europeus: Eldorado. Na história original, Eldorado é uma cidade escondida feita de ouro maciço e puro. Os boatos não dizem qual o local exato dessas riquezas inigualáveis, sendo que já foi cogitado sua existência até mesmo no Brasil, nos confins da floresta Amazônica.

Com um tesouro desses só esperando para ser descoberto, é claro que o caçador de tesouros mais famoso dos games não deixaria passar a oportunidade. Aqui também se iniciou a tradição de “nem tudo é o que parece”, revelando uma terrível maldição por trás desse cobiçado tesouro.

Leave a Comment