Seguro para celular: quais as melhores opções disponíveis no mercado?

Você já escolheu qual seguro para celular vai contratar? Afinal, muitas vezes a aquisição de um smartphone é um investimento alto e infelizmente, há muitas situações que podem levar a danos ou até mesmo a perda desse item, por exemplo, as quedas acidentais ou o roubo.

Mas talvez, surjam dúvidas sobre qual seguradora contratar e quais as características de cada oferta. Por isso, confira 4 opções de seguros e analise qual é melhor escolha no seu caso.

Quais são os de seguros para celular disponíveis no mercado?

As coberturas variam de acordo com seguro escolhido, por exemplo, alguns cobrem até mesmo quedas acidentaisFonte:  Fonte: Pixabay/ Reprodução 

Confira os detalhes de 4 seguros para celular disponíveis no mercado brasileiro e saiba os pontos positivos e negativos de cada possibilidade.

1- Nubank

O Nubank Celular Seguro oferece cobertura tanto nacional como internacional. Além disso, há duas alternativas de proteção:

  • Roubo ou furto (qualificado ou simples);
  • Dano acidental.

Porém, existe a possibilidade de escolher pela cobertura completa, que engloba essas duas opções. Ou seja, o seguro para celular cobre desde os furtos simples, quando não há ameaças ou vestígios do crime, até situações de acidentes como a tela quebrada em razão de queda.

O pagamento é feito mensalmente e não há fidelidade, o cliente pode cancelar o serviço no momento em que desejar. Quanto aos preços, depende do modelo do smartphone e do tipo de cobertura escolhida, mas a empresa garante que os valores sempre são acessíveis.

Pontos negativos:  uma desvantagem do Nubank Celular Seguro é que há um período de carência de 30 dias contados a partir da data de contração para a cobertura começar a valer. Também, é preciso pagar um valor de franquia quando há necessidade de acionar a seguradora.

Vale ressaltar que, por enquanto, o serviço de seguro para celulares apenas está disponível para os clientes Nubank.

2- Porto Seguro

Outra opção de seguro para smartphones é a Porto Seguro, que fornece proteção internacional e cobre as seguintes situações:

  • Danos físicos resultantes, por exemplo, de incêndio, raio ou explosão, impacto de veículos;
  • Roubo ou furto qualificado;
  • Danos por líquidos ou elétricos.

É interessante que a seguradora disponibiliza a alternativa de inclusão dos acessórios do celular na cobertura, como fones de ouvido e cartão de memória.

Pontos negativos: o serviço somente pode ser contratado para aparelhos com até 12 meses de utilização a partir da data de compra. Além do mais, não há cobertura para furtos simples ou quebra de tela devido a acidentes durante o uso normal.

(Fonte: Freepik)(Fonte: Freepik)Fonte:  Freepik 

3- Pier

Entre as vantagens do serviço de seguro da Pier, é interessante destacar que a assistência inclui as diferentes hipóteses de:

  • Roubo e furto qualificado ou simples.

Outro ponto a favor é que não há período de carência para o início da vigência da cobertura e a seguradora aceita diversos modelos de smartphones independentemente do tempo de uso, e sem a necessidade de apresentar nota fiscal.

Pontos negativos: o seguro não cobre perdas e danos físicos, por exemplo, a queda acidental, e é válido apenas em território nacional e disponibiliza somente a opção de pagamento mensal via cartão de crédito.

Além disso, a tabela de valores usados como base para a indenização é atualizada duas vezes por ano. Dessa forma, o valor coberto diminui mais rapidamente à medida que o celular perde valor dentro do mercado.

4- PagBank

O seguro do PagBank proporciona cobertura internacional e não possui carência, sendo possível contratar tanto para celulares novos como usados. Entretanto, o smartphone não pode ter ultrapassado 4 anos de lançamento. O serviço fornece cobertura para:

  • Roubo ou subtração por arrombamento;
  • Quebra acidental;
  • Derramamento de líquidos;

A contratação é realizada para o período de 12 meses e existem duas formas de pagamento disponíveis: à vista ou parcelado no cartão de crédito

Pontos negativos: o seguro não cobre as situações de furto simples. Além disso, é necessário pagar uma franquia de 10% do valor do aparelho em caso de utilização dos serviços cobertos pelo PagBank.

Então, qual é o melhor seguro para celular? Na realidade, não há uma resposta definitiva, isso vai depender das circunstâncias de cada usuário. Sendo assim, o ideal é avaliar os prós e os contras de cada serviço e escolher o que se adapta a sua situação particular.

Leave a Comment